Other Manual Translations: English español

Reflexões bíblicas para o bem-estar mental

Pesquisar a Bíblia pode aliviar nossa visão mental
Pesquisar a Bíblia pode aliviar nossa visão mental

Quantos dos sintomas seguintes você já encontrou pessoalmente?

Depressão... Ansiedade... incapacidade de concentração... mudanças de humor... problemas relacionados com as pessoas... baixa energia... sentindo-se hostil com os outros... preocupação excessiva... sentindo-se incapaz de lidar com o estresse... consumo excessivo de drogas ou álcool...

Todos nós lidamos com vários desses sintomas em algum momento da vida. Muitos de nós lidamos com todos os sintomas. Obviamente, os sintomas de transtornos mentais não são desconhecidos por nenhum de nós. E ainda assim, ainda temos medo de falar sobre esses sintomas quando lidamos com eles. Isso é especialmente verdade na igreja Cristã, onde mostramos uma tendência a deixar de lado problemas de saúde mental através de convites para "orar sobre ela" e "entregar seus cuidados a Deus".

Tal conselho é um convite útil para o envolvimento de Deus em nossas circunstâncias, mas deixa de levar problemas de saúde mental tão a sério quanto poderíamos levar outros sintomas de doenças físicas.

William Ames, um teólogo inglês do século XVII, observou que "a fé é a virtude pela qual, agarramo-nos à fidelidade de Deus, nos apoiamos nele, para que possamos obter o que Ele nos dá". Em nossa fé, podemos nos apoiar em toda a assistência que Deus nos dá — incluindo a assistência de médicos, grupos de apoio e conselheiros.

Se você está procurando ajuda e precisa de alguém para conversar, a Psicologia Hoje oferece um site de referência. Se você tem pensamentos suicidas ligue para um número de linha direta de suicídio. Nos EUA, ligue para a Linha de Vida Nacional de Prevenção ao Suicídio em 1-800-273-TALK (1-800-273-8255) ou use seu webchat em suicidepreventionlifeline.org/chat.

Biblicamente falando, nunca somos convidados a esconder nossas dores mentais de Deus ou de compartilhar em comunidade. Na verdade, as escrituras abaixo nos encorajam a reconhecer aqui e compartilhar nossos fardos com Deus e com a comunidade.

Problemas de saúde mental não são problemas de pecado

Uma incapacidade de lidar individualmente com sintomas de saúde mental não é uma indicação de pecado em sua vida. Em vez disso, pode ser uma indicação de doença — e pode precisar ser tratada à medida que qualquer outra doença é tratada (com a ajuda de um médico).

Em João 9, Jesus conhece um cego e lhe perguntam se o homem é cego por causa do pecado do homem ou do pecado de seus pais. Jesus respondeu claramente,

"Nem este homem nem seus pais pecaram; ele nasceu cego para que as obras de Deus possam ser reveladas nele”.

A doença não é necessariamente uma questão de pecado. Você não está pecando porque se sente deprimido.

Não posso fingir saber se Deus planeja que algum de nós tenha doenças. Mas eu encontro consolo na esperança de que uma doença nascida possa oferecer cura, também.

“Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.” [Romanos 8:18]

Nossas lutas são feitas para serem compartilhadas

As Escrituras não encorajam a tirar nossas batalhas de Deus - mas nos convida a compartilhar nossas lutas com Deus e com a comunidade de fé.

Será que você não sabe?
    Nunca ouviu falar?
O Senhor é o Deus eterno,
    o Criador de toda a terra.
Ele não se cansa nem fica exausto;
sua sabedoria é insondável.
Ele fortalece o cansado
    e dá grande vigor ao que está sem forças.
Até os jovens se cansam
    e ficam exaustos,
e os moços tropeçam e caem;
mas aqueles que esperam no Senhor
    renovam as suas forças.
Voam alto como águias;
    correm e não ficam exaustos,
andam e não se cansam.

 [Isaías 40:28-31]


Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza,
auxílio sempre presente na adversidade.
Por isso não temeremos,
ainda que a terra trema
    e os montes afundem no coração do mar,
ainda que estrondem as suas águas turbulentas
e os montes sejam sacudidos
    pela sua fúria. [Salmo 46:1-3]


Misericórdia, ó Deus; misericórdia,
    pois em ti a minha alma se refugia.
Eu me refugiarei à sombra das tuas asas,
    até que passe o perigo. [Salmo 57:1]


Deus vê o que você está passando

As escrituras sugerem que Deus sabe mais sobre nós do que nós mesmos. Mesmo quando não temos palavras para comunicar como nos sentimos... quando o que estamos sentindo pode ser simplesmente um grande vazio - o Espírito de Deus se comunica em nosso nome.

“Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” [Romanos 8:26]

E a presença de Deus é sempre prometida a nós.

Por isso não tema, pois estou com você;
    não tenha medo, pois sou o seu Deus.
Eu o fortalecerei e o ajudarei;
    eu o segurarei
    com a minha mão direita vitoriosa. [Isaías 41:10]


“Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: 'Nunca o deixarei, nunca o abandonarei'” [Hebreus 13:5]


“Pois Deus, que disse: “Das trevas resplandeça a luz”, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo.” [2 Coríntios 4:6]


"Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes,  nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” [Romanos 8:38-39]


Você não precisa ficar sozinho

As Escrituras nos desafiam a estar presentes um para o outro. Os cristãos acreditam que Deus exemplificou perfeitamente tal desafio na pessoa de Jesus de Nazaré - que era Deus na terra. Deus veio estar conosco - e assim podemos estar presentes uns com os outros.

Em muitos aspectos, estamos ligados um ao outro. Então, quando uma pessoa sofre, todos nós sofremos. 1 Coríntios lembra nossa conectividade:

Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele.” [1 Coríntios 12:26]

 

Devemos compartilhar o amor que Cristo nos mostra com os outros:

 “Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.” [Gálatas 6:2]


Pedir ajuda não significa que você é fraco

Muitas vezes, resistimos pedir ajuda não porque não sabemos para onde recorrer, mas porque tememos ser vulneráveis. Jesus encontrou muitos em momentos de vulnerabilidade. Na verdade, ele aparentemente procurou os mais vulneráveis - associando-se com aqueles que precisam de cura ou aqueles que tinham sido marginalizados pela sociedade. Jesus não os castigava ou condenava esses indivíduos. Em vez disso, ele tomou medidas para torná-los sãs. Ele nos lembra de seu objetivo de cura em Mateus:


“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. [Mateus 11:28-30]


Há esperança- mesmo quando você não a sente

Ainda há trabalho sendo feito em seu nome. Coisas boas ainda são possíveis. A história das escrituras nos leva à fé e à esperança. Assim, as escrituras oferecem muitos lembretes de esperança para aqueles que se sentem desconectados e sem esperança no momento:

“Bem-aventurados
    os pobres em espírito,
pois deles é o Reino dos céus.
Bem-aventurados
    os que choram,
pois serão consolados.
Bem-aventurados os humildes,
    pois eles receberão a terra por herança.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça,
    pois serão satisfeitos.
Bem-aventurados
    os misericordiosos,
pois obterão misericórdia.
Bem-aventurados
    os puros de coração,
pois verão a Deus.
Bem-aventurados
    os pacificadores,
pois serão chamados
    filhos de Deus.

[Mateus 5:1-9]


sendo fortalecidos com todo o poder, de acordo com a força da sua glória, para que tenham toda a perseverança e paciência com alegria, dando graças ao Pai, que nos[a] tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados.” [Colossenses 1:11-14]


Pois nessa esperança fomos salvos. Mas, esperança que se vê não é esperança. Quem espera por aquilo que está vendo? Mas se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente.” [Romanos 8:24-25]


Se você está procurando uma comunidade para compartilhar alguns fardos, convidamos você a iniciar o processo procurando uma igreja perto de você..