Translate Page

A Conferência de Natal: 10 dias que deram início a uma igreja

 A primeira Conferência Geral da Igreja Metodista Americana começou na véspera de Natal. Nossos ancestrais na fé nos presentearam com um legado que continua com a Igreja Metodista Unida hoje. Foto cortesia do Comitê de Preservação da História da Igreja
A primeira Conferência Geral da Igreja Metodista Americana começou na véspera de Natal. Nossos ancestrais na fé nos presentearam com um legado que continua com a Igreja Metodista Unida hoje. Foto cortesia do Comitê de Preservação da História da Igreja

Para muitos de nós, a manhã de Natal significa relaxar de pijama, comer comida deliciosa e abrir os presentes lentamente. Para aqueles que começaram a Igreja Metodista na América, sua véspera de Natal em 1784 foi o primeiro de dez dias de negócios sérios da igreja. No final, o presente deles para nós foi a formação de uma nova denominação que mudaria a história.

A decisão de se encontrar

Quando Thomas Coke esbarrou em Francis Asbury após um culto na Capela Barratt em Frederica, Delaware, ele compartilhou uma notícia importante. João Wesley o havia enviado para ordenar Asbury e nomeá-lo superintendente de uma nova Igreja Metodista nos Estados Unidos.

Isso demorou muito para acontecer. Os pastores da Igreja da Inglaterra servindo na América voltaram para a Inglaterra durante a Guerra Revolucionária Americana, não deixando ninguém para administrar os sacramentos aos Metodistas. Pregadores leigos mantinham as sociedades funcionando com reuniões e festas de amor, mas precisavam de clérigos ordenados.

Quando a Igreja da Inglaterra continuou a recusar os pedidos de Wesley para ordenar alguns de seus pregadores metodistas e enviá-los através do Atlântico, ele tomou o assunto em suas próprias mãos. Wesley ordenou dois pregadores leigos metodistas para servir nos Estados Unidos e nomeou Coke superintendente geral.

Após o culto na capela de Barratt naquele domingo de Novembro, Asbury e Coke decidiram convocar uma conferência especial para todos os pregadores Metodistas nos Estados Unidos. Eles se encontrariam na Lovely Lane Chapel a partir de 24 de Dezembro de 1784, para fundar e organizar uma nova igreja. Os 10 dias que passaram juntos ficariam mais tarde conhecidos como a Conferência de Natal.

Com a conferência começando em apenas 40 dias, eles precisavam divulga-la imediatamente. Freeborn Garrettson, líder da sociedade na capela de Barratt, montou em um cavalo e partiu. O Paul Revere do Metodismo escreveria mais tarde em seu diário: "Meu querido Mestre me permitiu cavalgar cerca de mil e duzentas milhas em cerca de seis semanas."

Philip Otterbein (second from left) participated in the ordination of Francis Asbury. Image courtesy United Methodist General Commission on Archives and History.

Philip Otterbein (segundo da esquerda) participou da ordenação de Francis Asbury. Imagem cortesia da Comissão Geral Metodista Unida de Arquivos e História.

A Conferência

Garrettson foi eficaz com esta tarefa monumental. De acordo com Coke, 81 pessoas se encontraram em Lovely Lane. "Quase 60 deles" eram "pregadores Americanos", observa ele, "a maioria deles jovens".

Quando a conferência para fundar a Igreja Episcopal Metodista começou, apenas Coke, Richard Whatcoat e Thomas Vasey - os dois que Wesley havia ordenado na Inglaterra algumas semanas antes - eram clérigos. Todos os outros membros da Conferência de Natal, incluindo Asbury, eram pregadores leigos. Coke logo corrigiria isso.

A partir do dia de Natal, Francis Asbury foi ordenado diácono, ordenado élder e consagrado superintendente geral por três dias consecutivos — um recorde que jamais será quebrado.

Asbury, que havia servido como de fato líder insistiu que os pregadores o elegessem para servir nessa posição.

Logo após a Conferência de Natal, os metodistas começaram a se referir a Coke e Asbury como bispos, apesar das objeções de Wesley ao termo. A Igreja Metodista Unida ainda hoje elege os nossos bispos.

A ordenação de Asbury continha outro prenúncio. Philip Otterbein, pastor da Igreja Reformada Alemã, participou da ordenação de Asbury. Otterbein mais tarde ajudaria a fundar os Irmãos Unidos, outra denominação predecessora da Igreja Metodista Unida.

Nenhuma ata da Conferência de Natal sobreviveu, mas com base nos diários dos presentes e na Disciplina que eles produziram, os historiadores podem juntar muito do que aconteceu. Doze pregadores leigos foram eleitos e ordenados como presbíteros (clero). O culto de domingo que João Wesley enviou com Coke foi aprovado para uso na nova igreja - um precursor do Livro de Adoração. A conferência também falou sobre a formação do Cokesbury College e tomou uma série de outras decisões necessárias para a formação da nova denominação.

Quando a conferência foi concluída e a igreja nasceu, Asbury registrou todas essas atividades em sua maneira tipicamente discreta. "Passamos a semana inteira em conferência, debatendo livremente e determinando todas as coisas por maioria de votos", explicou. "Estávamos com muita pressa e fizemos muitos negócios em pouco tempo" (The Journal and Letters of Francis Asbury, 18 de Dezembro de 1784, p. 939).

Não é assim que muitos de nós escolheríamos passar as férias de Natal, mas como descendentes desses antepassados na fé, estamos muito felizes por eles terem feito isso.

*Joe Iovino trabalha para UMC.org na United Methodist Communications. Entre em contato com ele por mail.

Esta história foi publicada em 12 de Dezembro de 2017.

United Methodist Communications is an agency of The United Methodist Church

©2023 United Methodist Communications. All Rights Reserved