Other Manual Translations: English français 한국어 español

Por que igreja

É necessário ir à igreja?
É necessário ir à igreja?

Querido Vince,

É necessário ir à igreja?

Suas palavras sobre por que você está deixando a igreja têm tocado na minha mente e coração desde que conversamos.

Sei como está profundamente desapontada com a igreja. A igreja pode machucar.

E eu entendo perfeitamente por que você quer se afastar da igreja e de religião organizada completamente.

Nada mais desafia meu chamado ao ministério do que aqueles que afirmam ser seguidores de Cristo. Quero dizer, de um modo geral, as pessoas são esgotantes. Mas o pessoal da igreja? Muitos são esgotantes e exaustivas.

Por que preciso da igreja?

Você explicou que "você e Deus estão bons" e então perguntou: "Por que eu preciso da igreja?" É uma pergunta legítima.

Nunca parei de questionar a igreja institucional e coisas sobre a igreja institucional: como o processo de ordenação. Gastamos muito tempo nos certificando de que somos boas pessoas da companhia; pessoas que não só estão na linha da instituição, mas a defende e mantém. Nos ouvimos perguntas sobre como ajudaremos a manter a instituição viva em vez de perguntar coisas como: "Quando foi a última vez que você estendeu a graça?" Ou "Quando foi uma época em que você compartilhou o amor de Cristo de uma forma transformadora?" Parece que nos importamos mais em salvar a instituição do que em "salvar almas" (por falta de frase melhor).

Estaria mentindo se dissesse que nunca pensei em me afastar da igreja. Eu também estaria mentindo se dissesse que nunca tentei. Mas...

Dois pensamentos sempre me mantiveram ancorado. A primeira é: eu também não sou perfeito. Sei que tenho sido uma testemunha terrível para o ministério e presença de Cristo. Eu também preciso profundamente da graça de Deus.

O segundo pensamento é como uma citação de Dorothy Day: "Quanto à Igreja, para onde mais devemos ir, exceto para a Noiva de Cristo, uma carne com Cristo? Embora ela é uma prostituta às vezes, ela é nossa Mãe.

Oh - a outra coisa é que eu não posso me livrar do fato de que Deus me chamou não importa o quanto eu tentasse. Acho que são três pensamentos. É por isso que sou um pregador, porque não posso matemática boa ou inglês bom.

Olhar. As pessoas estão imperfeitas.

Em uma comunidade que deveria ser construída sobre amor, graça e misericórdia - nós simplesmente, sempre atrapalhamos porque somos imperfeitos. E nossa imperfeição é contagiosa. Sempre seremos imperfeitos, na melhor das hipóteses. É por isso que eu entendo totalmente quando alguém está desapontado com a igreja. É por isso que eu entendo totalmente as pessoas que se afastam da igreja. É por isso que me sinto tão impotente quando as pessoas carregam feridas profundas dadas a eles pela igreja.

Por que eu vou à igreja?

Ainda...

Eu ,pessoalmente, não posso desistir e lavar minhas mãos de pessoas que rotineiramente confundem a graça por mérito. A questão é que não estamos destinados a estar na jornada da fé sozinhos. Desde os primeiros tempos, a comunidade foi incorporada ao nosso DNA. Confiamos em um Deus que é Três em Um; um Deus que é da comunidade.

Nossa comunidade foi interrompida quando Caim ousou perguntar a Deus: "Sou o guardião do meu irmão?" A resposta, como discípulo de Cristo, é sempre e profundamente sim! Não crescemos sem comunidade. A igreja fornece tensões dentro de nós que nos empurram, nos testa e nos desafiam. Algo tão bonito como uma pérola não é formado sem tensão e pressão.

Quando seguirmos essa jornada de fé sozinhos, talvez nunca sejamos totalmente quem Deus pretendia que fôssemos. Não haverá ninguém para nos responsabilizar, ou para nos ajudar a nos moldar ou nos empurrar para sermos melhores. A mentalidade "sou só eu e Jesus" e a mentalidade "eu e Jesus" prejudicam nosso crescimento como discípulos porque nunca vivemos a parte 1b do maior mandamento: amar o próximo como a nós mesmos.

Nós realmente amamos nossos próximos - não de longe - mas em comunidade; fazendo a vida um com o outro. Da mesma forma, se consistentemente nos cercarmos de pessoas que pensam como nós, falam como nós, votam como nós, se vestem como nós - também não haverá crescimento real. A diversidade ultrapassa ainda mais os nossos limites.

A comunidade — no seu melhor — nos ensina a incorporar o amor de Deus e refletir a diversidade e a inclusividade do reino de Deus. E eu ainda acho que vale a pena perseguir, embora nós falhamos uma e outra vez. Mas com e pela graça de Deus, tentamos novamente. Porque há beleza na imperfeição.

Quando conseguimos - quando trabalhamos para construir o reino de Deus e não o nosso - somos uma força que é ao mesmo tempo incontrolável e irresistível. Podemos praticar a fé sem a igreja?

Incompletamente, sim.

Mas o Espírito sempre e continuamente nos leva à vida dos outros. Nos chama a fazer a fé e vida juntos. Quando tentamos viver em fé sozinhos,  prejudicamos nosso impacto: tomamos nosso mundo menor e limitamos o que Deus pode fazer através de nós, em nós e conosco. Os milagres de Deus sempre acontecem no contexto de comunidade.

Lembrar. Não somos meramente batizados apenas por nossa salvação. Não somos batizados para viver vidas isoladas. Somos batizados em comunidade. Estamos nos juntando à comunidade de outros Cristãos.

É impossível isolar ou privatizar Jesus se o seguirmos fielmente - e é por isso que acredito que igreja e comunidade são mais que importantes, elas são vitais. É por isso que sempre trabalharei na construção do reino de Deus aqui, junto com outros. E espero que, um dia, você faça parceria com Deus e o povo de Deus para fazer o mesmo.

Seu amigo,

Joseph


Joseph Yoo é da Costa Oeste de coração e vive em Houston, Texas com sua esposa e filho. Ele serve na Igreja Mosaico em Houston. Encontre mais de suas redações em josephyoo.com.