Other Manual Translations: English español

Praticando a Bondade de Deus

Olhar pra trás e reconhecer os avanços e as restaurações do passado nos dá esperança para o futuro. Esse é o segundo vídeo de uma série de quatro partes sobre inspirar força com a Revda Lisa Yebuah da Igreja Southeast Raleigh Table. 

Hebreus 12:18-29

18 Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade, 19 e ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual, os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais; 20 porque não podiam suportar o que se lhes mandava: Se até um animal tocar o monte, será apedrejado. 21 E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Estou todo assombrado e tremendo. 22 Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos, 23 à universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; 24 e a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel.

25 Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus, 26 a voz do qual moveu, então, a terra, mas, agora, anunciou, dizendo: Ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu. 27 E esta palavra: Ainda uma vez, mostra a mudança das coisas móveis, como coisas feitas, para que as imóveis permaneçam. 28 Pelo que, tendo recebido um Reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente com reverência e piedade; 29 porque o nosso Deus é um fogo consumidor.

Transcrição: 

No início dos meus exercícios de Crossfit, a minha treinadora geralmente nos dá uma lista do que vamos fazer naquele dia. Ela compartilha boas práticas e o que esperar fisicamente e até mentalmente. Uma tarde, ela nos disse, “Vai ter uma hora durante esse exercício que você vai pensar que vai morrer. Mas você não vai morrer!” Imediatamente eu pensei: “Lisa, o que você vai dizer sobre si mesma quando você pensar que vai morrer”?

A dificuldade do Crossfit empalidece quando se compara a outros desafios onde a perseverança na vida é uma necessidade.

Existem diversas situações na minha vida onde eu fiz essa pergunta - no meio do sofrimento ou quando eu estou sobrecarregada com muitos compromissos na vida. Ou quando eu vejo o sofrimento desse mundo - sistemas de opressão, racismo, violência - todas as coisas que parecem roubar a vida e não dar vida.

Eu imagino que é por isso que muitos de nós vivemos com um diálogo interior que nos empurra quando passamos por situações de desespero. “Essa mágoa não vai durar pra sempre”. “Eu não estou só nesse sofrimento”. ”Com o tempo, tudo vai dar certo”.

Da mesma maneira como crianças se acalmam com um objeto tangível para trazer conforto, existe um intangível chamado “FÉ” que a nossa mente e coração seguram quando passamos pela noite escura da alma. Revda Dona Coletrane Battle chama isso de “protegendo nossa esperança”.

É assim que protegemos nossa esperança, seguramos a fé e a perseverança: aquele diálogo interno que temos é formado por memórias de tempos quando passamos pro outro lado, quando a neblina da depressão se levantou, quando a tristeza sentiu-se menos como um aperto de morte e mais como um amigo persistente. Nós pensamos em momentos quando a fé prevaleceu, quando os sistemas foram desmontados e quando as novas realidades foram criadas. 

Há algo sobre olhar pra trás, não de um jeito que ficamos presos, mas para que pessoalmente possamos “praticar a bondade de Deus” como o Eugene Peterson fala - para reconhecer avanços, a luz entra e a vida é restaurada.

E disso sei: Talvez eu não tenha experiência pessoal de ver as coisas mudarem, mas eu tenho certeza de que ao meu redor existe alguém que já venceu. Eu posso olhar pra trajetória da vida deles como um instrumento de esperança  nesta vida,  e nós teremos experiências que vão absolutamente nos ameaçar E nós vamos pensar que as coisas nunca vão melhorar, pensamos que vamos morrer MAS não vamos.

[Escrito 13 de Agosto, 2019]