Other Manual Translations: English español

A Questão Metodista: Que nomes podemos usar para Deus?

“Eu sou quem eu sou” (Êxodo 3: 13-15) é a resposta de Deus à pergunta de Moisés, “… e se eles me perguntarem: 'Qual é o seu nome?' Então o que devo dizer a eles?". Imagem da Via Láctea de Pete Linn, cortesia da Pixabay; gráfico por Laurens Glass. Versão em português Rev. Gustavo Vasquez, Notícias MU.
“Eu sou quem eu sou” (Êxodo 3: 13-15) é a resposta de Deus à pergunta de Moisés, “… e se eles me perguntarem: 'Qual é o seu nome?' Então o que devo dizer a eles?". Imagem da Via Láctea de Pete Linn, cortesia da Pixabay; gráfico por Laurens Glass. Versão em português Rev. Gustavo Vasquez, Notícias MU.

Que nomes podemos usar para Deus?

Os nomes que usamos para Deus refletem e moldam a forma como pensamos sobre Deus. Eles nos ajudam a conhecer a Deus e apresentar outros a Deus. Cada nome aponta para uma qualidade que nos ajuda a entender melhor o Santo.

Os primeiros escritores bíblicos, baseados na experiência humana, usam uma variedade de termos para expressar sua compreensão de Deus. Eles falam de Deus como pastor, juiz, rocha, luz, guerreiro e fortaleza. Em Isaías, vemos imagens de Deus como uma mulher em trabalho de parto (Isaías 42:14), uma mulher dando à luz (Isaías 46: 3-4), uma mãe amorosa (Isaías 49:15). Lucas retrata Deus como uma mulher em busca de uma moeda perdida (Lucas 15: 8-10).

Os Metodistas Unidos são encorajados a usar "diversas imagens e títulos bíblicos para Deus, incluindo metáforas masculinas / femininas".

No entanto, em dois eventos importantes, o batismo e a ordenação, os Metodistas Unidos utilizam exclusivamente “Pai, Filho e Espírito Santo” para a Trindade. O batismo e a ordenação são momentos-chave de iniciação na vida dos cristãos. Para nós e nossos parceiros ecumênicos, este padrão nos ajuda a reconhecer os batismos e ordenações uns dos outros.

Mas em quase todas as outras ocasiões, somos encorajados a nomear Deus com os muitos nomes fornecidos nas Escrituras e ao longo do curso da tradição cristã.

Apesar de nossos esforços, percebemos que nossa linguagem é insuficiente em nossas tentativas de descrever Deus. Nossa linguagem nunca pode conter ou dar uma descrição abrangente de Deus. Os nomes que escolhemos sugerem atributos de Deus, mas não podem expressar completamente o mistério divino e infinito de Deus.

"Então, que nome devemos usar para Deus?" pergunta o Rev. F. Belton Joyner Jr., pastor e autor Metodista Unido. “Quando Moisés fez essa pergunta exata, Deus respondeu: 'EU SOU O QUE SOU.' Na verdade, Deus disse: 'Este é o meu nome para sempre' (Êxodo 3: 13-15).”

Tem perguntas? Pergunte à UMC ou converse com um pastor perto de você. Verifique outras perguntas e respostas recentes.

 

* Este conteúdo foi produzido por Pergunte à UMC, um ministério das Comunicações Metodistas Unidas. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos quinzenais gratuitos.

** Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para [email protected]