Other Manual Translations: English Español

Sobre o que é o Advento?

A coroa do Advento nos lembra das expectativas futuras
A coroa do Advento nos lembra das expectativas futuras

É a época mais maravilhosa do ano, não é? Uma estação cheia de antecipação. Estamos esperando o grande dia chegar... um dia com certeza será cheio de alegria, reflexão e paz. Certo?

Você provavelmente está pensando que estou aludindo ao Dia de Natal - que, em nossa tradição Metodista Unida, observamos em 25 de Dezembro (como a maioria das outras denominações Cristãs). Culturalmente esse parece ser o grande foco nesta época do ano. Na igreja, nossas congregações estão se preparando para suas observações e celebrações de Natal. O tempo que antecede o Natal é conhecido como "Advento". Pode ser que alguns aprendam que o Advento só tem algo a ver com o Natal.

É um momento de grande expectativa. Ele se concentra em esperar por uma grande ocorrência. Mas a ocorrência ou evento antecipado não é realmente totalmente realizado no Natal. Durante o Advento estamos antecipando a plena realização de algo que começou no primeiro Natal (quando Jesus Cristo nasceu*) mas ainda não está totalmente realizado. Tecnicamente, o Natal começa em 25 de Dezembro.*  Tudo que antecede essa data é o Advento. E é importante notar essa distinção para que possamos estar plenamente conscientes da esperança de que a fé fala em nossa experiência humana.

*Enquanto observamos o Natal em 25 de dezembro, não afirmamos que Jesus nasceu em 25 de Dezembro. Não sabemos a data do nascimento de Jesus. 25 de Dezembro tornou-se um dia culturalmente útil para comemorar a entrada de Jesus na história humana.

O que é o Advento?

A palavra "advento" deriva do latim "advento", que significa "chegando". Durante suas primeiras observações, o Advento foi de 40 dias de arrependimento, jejum e oração enquanto novos crentes se preparavam para seus batizados. Muitas vezes, esses batizados ocorreram no dia da Epifania — que é um dia lembrando a visita dos Magos ao bebê Jesus; era uma celebração da encarnação de Jesus na Terra.

Mais tarde, os cristãos começaram a unir o Advento não apenas à encarnação de Cristo, mas a uma segunda vinda antecipada de Cristo. O advento tornou-se um período para renovar a antecipação e a saudade do retorno de Jesus.

Hoje, o Advento é um período de preparação para ambos os "adventos" ou chegadas de Jesus. Lester Ruth, professor da Duke Divinity School e historiador da adoração cristã, ofereceu essa distinção para o Advento: "A maneira mais simples que tenho de distinguir entre o Advento e o Natal é que o advento usa a palavra "venha" como uma petição de saudade, expressa em antecipação, enquanto o Natal é uma reflexão comemorativa sobre como o Senhor veio no nascimento de Cristo e, portanto, o gatilho para uma nova ordem redentora começou."

Em nossa cultura, os laços próximos com o Natal aparentemente superam a expectativa de outro "advento" de Jesus. Nós confundimos a comemoração de Natal e a antecipação do Advento. Ignorar essa "segunda vinda" remove parte da urgência do nosso chamado cristão para decretar o amor e a justiça de Deus na Terra.

O que queremos dizer com "Segunda Vinda"?

A maioria dos credos cristãos de fé contêm alguma derivação da seguinte afirmação:

"Cristo virá novamente para julgar os vivos e os mortos."

Na   Igreja Metodista Unida, afirmamos que Cristo voltará a julgar os vivos e os mortos como prelúdio para a revelação da nova criação. Então, quando Cristo retorna, uma criação renovada vem também. Esta nova criação é marcada pela unidade do Criador e criada aludida no livro de Gênesis. No Novo Testamento, essa criação renovada está alinhada com a liberdade de morte, pecado e decadência.  Assim, a criação renovada toma a forma de um mundo sem os limites da morte é libertada dos sistemas e ações através dos quais os humanos se separam uns dos outros e de Deus.

Há muita esperança inspirada em acreditar que tal mundo é possível. Advento é uma estação para refletir e renovar essa esperança.

O que fazemos para o Advento?

Parece que nossas observações do Advento poderiam se beneficiar de uma maior ênfase no advento que ainda está por vir, e uma ênfase diminuída no advento lembrado em nossas celebrações de Natal (há tempo para isso quando o Natal realmente chega). Então, como podemos nos reorientar para ansiar por este Advento?

Uma das maneiras que refletimos sobre o Advento na adoração comunitária é utilizando uma guirlanda do Advento - uma simples guirlanda em torno de quatro velas exteriores e uma vela central. As quatro velas exteriores representam as marcas de uma criação renovada: alegria, esperança, paz e amor. A vela central representa a presença de Cristo. A cada domingo, mais uma das velas exteriores é acesa. Finalmente, a vela de Cristo é acesa como um lembrete da presença contínua de Cristo. Nós, é claro, podemos trazer essa prática para casa, criando nossas próprias guirlandas do Advento e contemplando nossos próprios anseios por mais alegria, esperança, paz e amor.

Também utilizamos música para reflexão. Muitas canções comunicam nossos anseios do Advento. Infelizmente, essas músicas são ofuscadas durante esta temporada por canções que são explicitamente temáticas de Natal. Ouça mais algumas músicas alinhadas ao Advento, ouvindo as expectativas e anseios que eles comunicam. Confira nossa playlist do Advento  (com mais informações da Dra. Ruth.)

Os devocionais apresentam oportunidades semanais ou diárias para um foco explícito em um tema. Oferecemos um Advento semanal devocional. Nossos amigos da UpperRoom.org oferecem um devocional diário gratuito que é focado no Advento durante esta temporada. Nosso amigo Shane Claiborne também recomenda CommonPrayer.net.  Ele oferece orações diárias  falando em nossas expectativas de Advento durante esta temporada.